Importante: este site não pretende conter a verdade. O leitor deve ser capaz de exercer o bom senso, examinavam cuidadosamente as Escrituras, todo dia, para ver se tudo era assim mesmo. (Atos 17:11)


“O homem prepara os pensamentos do seu coração” – Provérbios 16:1
Não é incomum para um escolhido e ungido de Jeová tornar-se orgulhoso e presunçoso, embora anteriormente tenha sido humilde. Por exemplo, Jeová escolheu o jovem Saul de todos os homens em Israel para ser rei sobre o seu povo Israel. Por que Saul? Qual a qualidade especial que Jeová viu nele? A Bíblia nos diz que "entre os israelitas não havia homem que fosse mais bonito do que Saul, e era o mais alto de todos; os outros chegavam apenas aos seus ombros". (1 Samuel 9: 2) Era por sua aparência física que Deus escolheu Saul? Não, não inteiramente, pois havia algo mais importante que Jeová viu nele, como Samuel mais tarde lembrou a Saul: “Você não se achava insignificante quando se tornou cabeça das tribos de Israel e quando Jeová o ungiu rei sobre Israel?” (1 Samuel 15:17) Foi a humildade de Saul que o fez especial aos olhos de Deus, e ainda assim, embora sua boa aparência o tenha tornado popular entre os seus semelhantes israelitas, foram as bênçãos de Deus que subiu à cabeça para que ele se tornou rapidamente presunçoso, porque ele não apenas erga um monumento para si mesmo, mas também não cumpriu as instruções específicas de Deus. (1 Samuel 15:12, 22,23)

Podemos perguntar, quando uma pessoa previamente humilde se torna presunçosa e se torna arrogante e rebelde, Jeová não viu isso? A Escritura não diz que "sonda o coração e examina a mente"? Jeová pode ser enganado? (Jeremias 17:10; TBL ) Considere outro exemplo, o de Jeroboão, um servo do rei Salomão. Embora o próprio rei Salomão tenha sido escolhido por Jeová para substituir o seu pai Davi no trono, e apesar de ter sido ricamente abençoado, ainda assim apostatou nos últimos anos e construiu lugares altos para suas esposas estrangeiras para que eles adorassem seus deuses estrangeiros, em violação direta dos mandamentos de Deus. (Êxodo 34:12-16; Neemias 13:26) Como conseqüência, Jeová escolheu Jeroboão para lhe dar dez das tribos de Israel, deixando apenas as tribos de Judá e Benjamim aos filhos de Salomão. E, no entanto, Jeroboão também se rebelou contra Jeová quase imediatamente depois de se tornar rei, porque ele inventou sua própria religião e criou o culto ao bezerro. Quão chocante! De fato, as dez tribos, sobre as quais Deus o ungiu como rei, nunca voltaram para a verdadeira adoração, para que Jeová trouxe os assírios contra eles para destruir suas cidades e levá-las ao exílio. (1 Reis 11:26-35; 12:25-33)
A Escritura diz que "coração é mais traiçoeiro do que qualquer outra coisa e está desesperado". E, portanto, pergunta: "Quem pode conhecê-lo?" (Jeremias 17: 9) Certamente, Jeová pode conhecê-lo. Mas, por que, então, muitos de seus escolhidos e ungidos que começam bem se rebelam contra ele? Por que ele escolheria essa pessoa em primeiro lugar? E como podemos, pessoalmente, nos certificar de que nós também não seguimos no mesmo caminho desastroso de deixar Jeová?
O apóstolo Paulo nos diz o que nos ajudará, como fez em seu próprio caso: "Por isso, pela graça que me foi dada digo a todos vocês: Ninguém tenha de si mesmo um conceito mais elevado do que deve ter; mas, ao contrário, tenha um conceito equilibrado, de acordo com a medida da fé que Deus lhe concedeu” (Romanos 12:3; Nova Versão Internacional) Jeová abençoa seus leais servos, pois ele toma conhecimento do amor que mostramos por seu nome e nosso amor por sua palavra de verdade. Jesus disse: "Pois, realmente, o Pai está procurando a esses para o adorarem". (João 4:23) Quando apreciamos as bençãos de Deus, podemos interpretar isso como prova de ter mais fé do que outros em nossa congregação. Talvez estejamos relatando mais tempo gasto no trabalho de pregação do que outros, o que pode ser reconhecido pelos anciãos da plataforma. Se isso é verdade no teu caso, isso não faz você se sentir bem? Especialmente quando isso é seguido por aplausos? (esta é uma das conseqüências infelizes do relatar las horas dedicadas à pregação) O que, no entanto, é frequentemente o resultado quando isso continua durante um período de tempo? A pessoa assim louvada pode começar a se ver como mais "espiritualmente madura" em comparação com os outros, o que seria um caso claro de "julgar" nossos irmãos, uma coisa que Jesus advertiu contra. (Mateus 7:1-5; Romanos 14:4, 10-12; Gálatas 6:4) Além disso, outros podem ser atraídos para uma pessoa tão "espiritualmente madura”, o que, por sua vez, pode resultar em formação de camaradas, algo que Tiago chama de "distinções de classe", "tomar decisões perversas", “cometer um pecado". (Tiago 2: 4, 9)
Podemos ver que um bom começo em uma pessoa pode resultar desastroso no final. Jeová não nos julga pelo que poderemos fazer no futuro, mas pela pessoa que estamos neste momento. É por isso que ele nos diz: "Se eu disser a um justo: ‘Você certamente continuará vivo’, e ele confiar na sua justiça e fizer o que é errado, nenhum dos seus atos justos será lembrado; ele morrerá por causa do que fez de errado. E, se eu disser àquele que é mau: ‘Você certamente morrerá’, e ele abandonar o seu pecado, fizer o que é justo e certo, restituir o que tomou como garantia de um empréstimo, devolver o que roubou e andar nos decretos que dão vida, não fazendo o que é errado, ele certamente continuará vivo. Não morrerá. Ele não terá de responder por nenhum dos pecados que cometeu. Por ter feito o que é justo e certo, ele certamente continuará vivo”. (Ezekiel 33:13-16)
Jeová criou o homem com o dom da liberdade de escolha. Cabe a nós escolher o que fazemos, seja bom ou ruim; mas essa liberdade de escolha carrega consigo responsabilidade e conseqüência. Jeová quer que escolhemos o que é bom e certo. Portanto, ele está nos ensinando a nos beneficiar, assim como as crianças que ouvem seus pais cuidadosos se beneficiam com suas orientações. (Deuteronômio 30:19,20; Provérbios 22:6, Isaías 48:17-19) Como todos somos julgados e responsabilizados individualmente de acordo com nossos atos, cabe a todos decidir por si mesmo qual o tipo de pessoa que ele se torna, assim como a Escritura diz: "O homem prepara os pensamentos do seu coração". (Provérbios 16:1; Apocalipse 22:12) "a fim de se manterem no amor de Deus, ao passo que aguardam a misericórdia do nosso Senhor Jesus Cristo, visando a vida eterna". (Judas 21)

How to comment with Disqus?
The first way to comment is to register in Disqus. If you have no account, click on the Disqus logo and follow the instructions.
You can comment as a guest: check “I’d rather post as a guest” and follow the instructions.
You can sign with your Google, Twitter or Facebook account.
At the moment, comments are not moderate, however, please respect common sense rules and current laws. (Note that moderation may come a posteriori)


Please check this page to read our privacy policy and our use of cookies
This website may use cookies to give you the very best experience. If you continue to visit it, you consent to this - but if you want, you can change your settings in the preferences of your web browser at any time.